Lomadee

sexta-feira, 20 de julho de 2012

O tempo chega para todos em Resident Evil 6

Essa era uma postagem originalmente pro Balada, mas que acabei transferindo pro TechTudo, deem uma conferida:

Veja como a franquia Resident Evil envelheceu e se transformou


Além das três incríveis jornadas de ação que Resident Evil 6 promete trazer esse ano, parece haver uma outra crônica sutil ocorrendo por trás de todas as outras: uma história de envelhecimento e o nascimento de uma nova geração.
Leiam o resto aqui.

segunda-feira, 9 de julho de 2012

New Super Mario Bros. 2 não é Mario

Não sei se alguém estranhou no artigo sobre o Nintendo 3DS XL o fato de eu não ter mencionado New Super Mario Bros. 2, afinal eu já espero que os leitores do blog tirem algumas conclusões sozinhos, mas vamos revisar para quem acabou de chegar. É óbvio que não o mencionei porque New Super Mario Bros. 2 não é um Mario de verdade.

Assim que New Super Mario Bros. 2 foi anunciado eu fiquei bastante animado, não pelo jogo em si, mas porque seria um exercício de observação de forças soberbo. O Nintendo 3DS fazendo força para baixo, já que os consumidores o rejeitam, e New Super Mario Bros. 2 fazendo força para cima, pois é um sucesso de público.

Porém, algumas coisas vinham me incomodando desde o anúncio. O tempo de produção foi muito pequeno, os gráficos eram idênticos aos do Nintendo DS e o jogo iria inaugurar a era de vendas digitais da Nintendo. Todos esses eram sinais de que havia algo errado com o título, mas eu não pensei que pudessem estragar Mario 2D.

Ironicamente eu não ando pessimista o bastante para acertar as previsões por completo. Quando finalmente a Nintendo exibiu New Super Mario Bros. 2, eu tive certeza que aquilo não era Mario.


Todos os princípios de plataforma foram trocados por um gimmick, um artifício barato, a coleta de moedas. Agora o objetivo do jogo não é mais atravessar uma fase do início ao fim passando por desafios, mas sim passar de fase tentando coletar o máximo de moedas durante a fase. Desafios são trocados por colecionismo e quebra-cabeças.

Isso transformará New Super Mario Bros. 2 em um spin-off, um jogo paralelo derivado do original, e não um título da série principal de Mario, não uma verdadeira sequência de New Super Mario Bros. Alguns até acham que ele virou um jogo da série Wario.

É também por esse motivo que ele será o jogo que abrirá a estratégia digital da Nintendo, porque jogos digitais, jogos vendidos por download, são inferiores a jogos vendidos em caixa, esses sim são jogos de verdade. Ao menos é o que a Nintendo pensa.

Vamos lembrar, a Nintendo não é a Apple, ela acredita que jogos digitais têm depreciado o valor dos jogos. Só porque ela vai começar a vender também os seus jogos online, não significa que ela tenha mudado o seu pensamento.


Apenas New Super Mario Bros. 2 estará disponível. Por que não Super Mario 3D Land? Porque este ela considera um jogo de verdade. A Nintendo trata Mario 2D como um minigame, um produto inferior ao Mario 3D, colocando-o na linha de frente de sua empreitada digital e do Wii U, não por ser forte, mas por ser descartável. Há muito tempo ela quer que o público de Mario 2D migre para o 3D.

Por último, o preço. New Super Mario Bros. 2 será vendido por US$ 39,99, tanto em versão física quanto online. Este preço não faz o menor sentido para a versão digital, parece até que a Nintendo não quer vender o jogo online.

E esse é o ponto principal, ela não quer. A Nintendo está sentindo a perda do monopólio dos portáteis para jogos mais baratos, ela não quer se igualar a eles, quer estabelecer uma linha de valor e deixar bem claro que ela é diferente, que tem qualidade.

Porém, os jogadores não se voltaram para os jogos mais baratos para gastarem menos, eles têm dinheiro para gastar com seu lazer. O problema é que os jogos atuais não estão compensando seu investimento por não terem qualidade, por não darem o entretenimento que o jogador espera.

Esse círculo vicioso continuará quando consumidores satisfeitos de New Super Mario Bros., esperando encontrar mais do que gostaram no jogo original, se depararem com uma mecânica completamente diferente. O mesmo tipo de rejeição acontece toda vez que fãs de Mario 2D encontram um jogo diferente no Mario 3D: "Isso não é Mario".


Uma decisão errada em uma série não costuma se refletir no capítulo que errou, mas sim nos capítulos futuros. Muitos jogadores satisfeitos com o primeiro jogo comprarão a sequência sem pestanejar, mas se ficarem decepcionados com esta, não comprarão o próximo com tanta facilidade e nem recomendarão para outros jogadores.

Por isso não acredito que New Super Mario Bros. 2 venderá mal, mas ele deixará um gosto amargo, e tem potencial para acabar com uma das maiores qualidades de Mario 2D, as pernas longas, o evergreen, a capacidade de continuar vendendo por longos períodos de tempo, reservada apenas aos jogos verdadeiros da série.

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Por que lançar o Nintendo 3DS XL agora?


Na madrugada do dia 22 de junho, a Nintendo anunciou em uma conferência um novo modelo do Nintendo 3DS, o Nintendo 3DS XL, com telas 90% maiores, bateria que dura mais e um cartão SD de 4 GB. Agora, a grande questão, por que ela resolveu lançá-lo agora?

A resposta para essa pergunta está na engenharia reversa de uma previsão que eu fiz, mas não cheguei a postar por falta de tempo. Eu já esperava que a Nintendo revelaria um novo modelo do Nintendo 3DS, porém, eu pensei que seria na E3 2012, entre os dias 5 e 7 de junho.

Quando a Nintendo não anunciou o novo portátil na E3, fui revisar minhas teorias para ver se havia algo errado, mas não havia. Também havia previsto que muitas empresas boicotariam a E3, evitando fazer anúncios na feira, mas nem minhas previsões mais pessimistas imaginariam que a Nintendo boicotaria o evento.

Fiquei mais tranquilo quando vi que a teoria estava correta, pois prever algo nada mais é que usar conhecimento e experiência para analisar sinais sutis, que podem passar despercebidos para outras pessoas, para determinar o curso de ação e as consequências mais prováveis.

Ergo, os sinais que me levaram a prever o surgimento de um novo modelo do Nintendo 3DS, são a resposta para a pergunta "Por que lançar o Nintendo 3DS XL agora?".

O presidente da Nintendo, Satoru Iwata, anunciou que quer vender 18,5 milhões de Nintendo 3DS no ano fiscal de 2012 e um dos problemas é que a Nintendo não tem a menor ideia de como fazer isso. Então eles apenas farão parecer que conseguiram chegar lá.


No ano fiscal de 2011, o Nintendo 3DS vendeu 13,5 missões e para tanto, precisou de um corte de preço monstruoso e teve jogos apressados, como Super Mario 3D Land e Mario Kart 7. Ela acha que vai conseguir um resultado ainda superior com um novo Paper Mario, Luigi's Mansion 2 e o Nintendo 3DS XL mais caro?

Há alguns meses comecei a notar sinais nas atitudes da Nintendo que indicavam vendas infladas. Não foi difícil encontrar ou interpretar esses sinais pois eles são na verdade especialidade da Sony, que inflou bastante suas vendas na época do PlayStation 2.

Enquanto o Nintendo DS XL era focado em um público idoso, com dificuldade de enxergar a tela do Nintendo DS comum, o Nintendo 3DS XL é focado diretamente no público hardcore, mas não qualquer público, exatamente o mesmo que já comprou o Nintendo 3DS.

A Nintendo quer enganar seus investidores com múltiplos portáteis para a mesma pessoa, dando a impressão de que tem mais clientes do que realmente tem. Na Europa e Japão ela nem está dando o carregador junto com o portátil, já que ele é compatível com o anterior.

Não só isso, ele será lançado em 19 de Agosto. Curiosamente, Satoru Iwata comentou que a empresa pararia de perder dinheiro com o Nintendo 3DS em setembro. É provável que ele se referisse ao lançamento do novo modelo.


De acordo com o que já sabemos sobre a Espiral da Morte, Satoru Iwata não tinha escolha, como havia comentado com Sean Malstrom. Ele está apenas tentando salvar seu próprio traseiro, pois precisa manter as previsões e os números de vendas altos e lucrar muito.

Inclusive, não acho improvável que a Nintendo revise sua projeção de vendas durante a próxima reunião com investidores, dizendo "Ops! Ganhamos mais dinheiro do que esperávamos!", como também acredita Ben Gilbert da Joystiq.

Números inflados terão consequências a longo prazo, é como construir um castelo nas nuvens, eles apenas enganam os investidores por enquanto e fazem Satoru Iwata ganhar tempo. Até agora o Presidente da Nintendo ainda acha que o Nintendo 3DS vai engatar no futuro e resolver seus problemas.

E apenas para não perder o hábito. As ações da Nintendo caíram de novo após o anúncio.