Lomadee

terça-feira, 12 de julho de 2016

Céu de homem nenhum


Recentemente houve um dia bastante emocionante para a pequena equipe da Hello Games, um estúdio independente que fez um jogo de moto legalzinho chamado Joe Danger. Neste dia eles completaram um jogo que está em desenvolvimento há quatro anos e é o mais aguardado de 2016 segundo várias listas: No Man's Sky.

Atualmente planejado apenas para PlayStation 4 e PC, No Man's Sky já foi apresentado durante várias E3, já sofreu diversos atrasos e após toda uma árdua trajetória dessa equipe de pouco mais de 10 pessoas, ele foi à Gold, termo utilizado para nomear quando um jogo está completo e ruma então para a linha de produção. Uma vez que tenha ido a Gold, não há mais atrasos.

No Man's Sky é um jogo bastante especial, pois nos foi apresentado da seguinte maneira: "Tomem, aqui está um jogo com universo infinito para explorar" e reagimos descrentes: "Mas isso é impossível!", e a Hello Games basicamente respondeu: "Nós sabemos... mas fizemos assim mesmo".

Não sei se alguém aqui ainda não ouviu falar de No Man's Sky, mas basicamente ele é um jogo que possui 18 quintilhões de planetas, todos realmente enormes, alguns cheios de vegetação e animais, nos quais você pode andar livremente e fazer meio que o que quiser. Eu fiz uma matéria bem completa se quiserem se informar antes. Vão lá, eu espero.


Normalmente eu não fico animado com jogos. Esperar por um jogo atualmente é como jogar uma linha de pesca no oceano e esperar fisgar um tesouro ou uma sereia. Em outras palavras, é uma expectativa que só leva à decepção pois os valores de antigamente foram em sua maioria esquecidos.

Aqui no blog costumamos fazer previsões. Podemos dizer se algo vai ser bom ou ruim com base em pouquíssima informação e assim deixar que você decida se animar ou não pelo que virá. Se vale a pena ou não gastar seu dinheiro naquele futuro lançamento, se deve separar uma grana para aquele videogame novo que sai no ano que vem.

Porém muito raramente nós temos a chance de observar algo em superposição, o gato de Schrödinger, vivo e morto até ser observado. Eu já vi tudo que No Man's Sky tem para me mostrar e ainda assim, ele é uma completa incógnita. Pode ser muito bom, um novo clássico, ou pode ser muito ruim, uma decepção tremenda. (Por favor que não seja apenas medíocre, essa seria uma decepção ainda maior que se fosse ruim).

Então se não há como saber se ele é bom ou ruim, e normalmente eu sou pessimista quanto aos jogos que saem na atual geração, por que eu estou animado com esse jogo? Por que eu o reservei na pré-venda? Por que estou falando dele sem sequer ter uma previsão? Porque eu quero acreditar.


Existe algo em No Man's Sky que não existe na maioria dos jogos atuais: ambição. Eles quiseram criar um universo infinito pelo qual você pudesse viajar desde o espaço sideral até a superfície dos planetas e criaram, com uma equipe de pouco mais de dez pessoas, algo que qualquer um diria que seria impossível.

Não há muitos jogos com ambição hoje em dia, todos são feitos para se encaixar dentro de metas realistas de custo de produção e lucro esperado. Porém todos gostamos de um azarão, de um pouco de incredulidade, apostar onde os riscos são maiores porque as recompensas também são.

O nome No Man's Sky significa algo como "Céu sem dono", uma referência ao fato que todos esses quintilhões de planetas estão esperando para serem batizados e mesmo com milhões de jogadores, tudo ainda será novo para você, pois cada pessoa começa em um ponto aleatório do universo.

Mas eu gosto também da tradução mais literal, "Céu de homem nenhum", como se desdenhasse da expressão "O céu é o limite". No Man's Sky mostra que não é o limite de ninguém, ele marca a primeira vez em que um jogo ultrapassou todos os limites do imaginável. Ele nos desafia não só a fazer o mesmo como a ir além.

3 comentários:

  1. Acho que se der um pouco de sorte,pode virar o próximo Minecraft(e isso é ótimo).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apesar de não ter mencionado Minecraft, claramente ele estava na minha cabeça o tempo todo enquanto escrevia.

      Um empecilho que impede No Man's Sky de ser o próximo Minecraft por enquanto é que eu ainda não vi como o jogador se expressa nesse mundo. Até agora ele só interage, não constrói. E isso não significa exatamente um sistema de erguer uma construção, mas de criar algo que permaneça além dele mesmo

      Excluir
  2. Uhum,comentei em razão dos elementos em comum(e também da minha forma de jogar,nunca construía nada,só explorava).Mas você tem razão:Caso não tenha nenhum elemento de criação,creio que será difícil emplacar ao nível do Minecraft.

    ResponderExcluir