Lomadee

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Eu joguei: The Elder Scrolls IV: Oblivion


Joguei e não estou feliz. =/

Pra começar nunca fui fã da série The Elder Scrolls (TES), pra ser honesto, eu nunca tinha ouvido falar da série até jogar Oblivion, que pra mim sempre foi apenas Oblivion, me assustei quando vi que era o quarto de um série.

Mas porque você não está feliz Zilla, você me pergunta. E essa é umas questão um tanto quando longa para se responder, mas eu tenho tempo. XD

O fato é, antes de Oblivion, eu joguei Fallout 3. E apesar de ser uma franquia diferente, Fallout 3 é meio que um sucessor espiritual do TES IV e como todo o bom sucessor que se preze, ele melhorou tudo que havia de ruim ao seu predecessor, além é claro de ter um cenário mais carismático e ser mais leve graficamente, porém falemos de Fallout em outra ocasião.

Enfim, Oblivion me tomou umas 4 tentativas para eu começar a jogar. As três primeiras foram bem frustradas, aonde a terceira conseguiu me levar a até fechar, com muito custo, um dos portais do Oblivion, mas não tinha me cativado e desinstalei o jogo.

Um dia desses me deu a louca de instalar o jogo mais uma vez, desta vez eu estava mais preparado e baixei alguns mods básicos apenas para me animar com o jogo.

Na verdade eu acho que é isso que está errado com o jogo, não que modificações sejam algo errado, mas quando um jogo só se torna jogável quando você o enche de modificação é sinal de que tem algo errado.

Enfim, estou jogando e... bom... o jogo é bonito, mas ele é muito punitivo. Eu só consegui começar a jogar mesmo quando baixei a dificuldade para 25%, pois descobrir que o desafio está apenas na quantidade de HP que os oponentes possuem e cá entre nós, o sistema de combate já é demasiado longo sem esse HP extra.

Falando em combate, este é um saco. Não há estratégia e nem gameplay é simplesmente "bloqueio-ataque-repete" e nem mesmo as "skills" que você aprende com o passar dos níveis mudam muito o combate. E essa mesmice é durante o jogo inteiro, não há bosses, só inimigos um pouco mais "fortes", mas nada que sequer tente dar um tom épico à batalha. É pedir demais um pouco de inteligencia aos inimigos? Formas diferentes de combate ou pelo menos situações que te impossibilite de usar as mesmas táticas de sempre? Vamos lá, até Zelda I no NES tinha mais variedade que TES IV.

Que a propósito isso é algo que me irrita com muitos jogos recentes. São lindo graficamente, possuem física realista e o escambau, mas a jogabilidade é bem... como dizer... desinteressante. Sabe, eles tacam o Havoc ali e pensam que já basta pro jogo ser jogável. Até é, mas num mundo tão bonito eu sinto falta de pulos mais precisos, de resposta mais rápida nos comando, de variedade de táticas que podem ser aplicadas com a jogabilidade que lhe é dada.

A musica é bem esquecível, não é ruim, mas se estiver tocando ou não, não faz diferença. Ela não cria clima e nem te dá aquela felicidade de ir para um lugar só pra ouvir a musica... Ah! Saudades da Vila Kakariko.

A atuação das vozes não é ruim também, mas é bem monótona e repetitiva. Se você não ouvir a mesma voz por vezes seguidas, provavelmente vai ouvir o mesmo texto por vezes seguidas.

Mas não só isso, os textos são em si pouco interessantes. Nada é visto com profundidade é tudo superficial e muitas quests acabam virando um mero vá do ponto A ao B e faça coisa X, onde X pode ser matar, falar e/ou pegar um objeto, e depois é só voltar pro ponto A.

Não que eu ache que dê pra fugir muito disso, mas ao menos dá para tornar mais interessante, criar mais roteiro, mais conteúdo para cada quest. Tudo bem que ia ser demorado e cara botar os atores pra todo esse conteúdo, mas quem precisa de voz para cada linha de texto? Eu posso ler e se for interessante eu leio mesmo, se não fosse assim não teria zerado nenhum RPG até hoje. O esquema é só fazer um texto leve e interessante, que tá resolvido, não precisa ser falado.

Enfim... O jogo deixa muito a desejar. A jogabilidade é cansativa, os texto são cansativos e a história não é interessante, o que pra um RPG é mais do que motivos suficientes para não jogá-lo.

Provavelmente, eu estou perdendo algo por não conhecer a série. Mas se for só esse o motivo eu não vou me forçar a jogar os anteriores.

Porém se vocês conseguirem jogar aqui vai algumas dicas de seu lagarto favorito:

- Ao criar um personagem, evite signos que possuam apenas poderes que só podem ser usados uma vez por dia (entenda dia como "o período entre uma cochilada e outra em jogo"), ou seja, passe longe do The Lover, o poder de paralisia aparenta ser muito bom, mas o limite de um por dia e a falta de qualquer outro bônus para o signo o torna bem inútil, você ficará melhor com The Aprentice ou The Warrior.

- Faça uma classe customizada. Basicamente você precisa de praticamente todas as skills do jogo para poder avançar e explorar o mundo livremente. Então é bom você ter um personagem mais adaptado ao seu estilo de jogo do que "tentar o desafio de se jogar com a classe X". Em suma, as Major Skills são mais fáceis de upar e são atraves delas que você passa de nível, apenas lembre-se que isso não reduz a funcionalidade das Minor Skills que apenas progridem mais lentamente e não influenciam no seu nível.

- Falando em classe customizada, as skills mais importantes do jogo serão:

A) Restoration, para te poupar de comprar ou fazer poções de cura, liberá espaço no seu inventory e te poupa de no meio de uma dungeon ter que sair só porque você acabou de usar a ultima poção. Além do mais, diferente do HP, MP recupera com o tempo;

B) Security, porque sempre há uma porta fechada e sem chave no seu caminho ou você pode substituir a skill por Alteration, que possui magias que abrem trancas (o que eu recomendo, já que o minigame de abrir fechaduras é um saco), porém Alteration te limita ao nível de dificuldade das trancas enquanto Security te permite tentar abri as fechaduras mesmo a níveis baixos da skill;

C) Sneak, porque é sempre bom ter a chance de matar alguem sem que ele possa reagir, além de te dar vantagem estratégica e evita de que todos o goblins da dungeon caiam em cima de você de uma vez; e

D) Marksmanship, porque diferente das armas de fogo em Fallout, arcos não fazem barulho, ou seja, se você tiver uma mira boa e estiver em Sneak, será capaz de matar os oponentes antes mesmo que eles entendam que aquelas flechadas doem (o que a propósito é um bug muito chato do jogo, com uma boa distancia, você consegue ficar atirando flechas nos inimigos constantemente sem que eles sequer descubram a sua presença, mesmo que tenha uns 5 outros inimigos ao lado do alvo).

- E falando em skills importantes, vamos às que você não precisará sequer olhar para elas:

A) Speachcraft, totalmente inútil até aonde eu consegui chegar com a skill. Não é necessário valores altos para o minigame e os NPC normalmente vão te dar a informação que você quer sem precisar chegar muito longe com a "reação" dele. Tirando que mesmo assim, são poucas as vezes que você vai precisar realmente usar essa skill e mesmo assim você pode subornar o NPC caso qualquer coisa;

B) Merchantile, não vi utilidade, tirando a possibilidade de barganhar por preços mais baixos, porem, depois de um certo ponto, você raramente vai precisar comprar algo das lojas já que os inimigos e as dungeons irão te prover da maioria dos itens que você irá precisar durante o jogo. Infelizmente, magias só comprando mesmo. Há também a possibilidade de se investir nas lojas em níveis mais altos da skill, porém não sei dizer o quanto isso é bom ou não; e

C) Light Armor, nada haver você diz? Eu discordo. Todas as vantagens por ter níveis mais altos com essa skill ou Heavy Armor são praticamente as mesmo, com a diferença de que as Heavy dão muito mais proteção logo de início. Mas e a diferença de peso, você deve estar perguntando. Simples, a um certo nivel de skill, todo o peso da armadura que você está usando é ignorado. Em uma light armor isso já ajuda, mas em uma heavy é a melhor coisa que poderia te acontecer. Então desista de ser um elfo alegre, serelepe que usa armaduras leves e seja um elfo alegre, serelepe que usa armaduras pesadas, pois no fim do jogo é tudo a mesma coisa.

- De resto, todas as skills têm a sua utilidade, mas poucas são as que precisam ser postas como Major, a grande maioria você irá viver muito bem sem sequer tocar nelas. Eu mesmo levei sneak a 100 antes mesmo de qualquer major skill que eu tinha.

- Magias importantes são as de cura, visão noturna e detect life. Abuse delas e nunca mais se preocupe em usar uma tocha novamente na sua vida.

- Carregue sempre martelos. Mesmo que armorer não seja uma major skill sua. Seu equipamento vai sempre precisar de manutenção e tudo que você precisa é de um martelo (ou muitos caso a skill seja muito baixa), mesmo que seja pra concertar um vestido. Além de que, em níveis altos, você vai poder "concertar" o seu equipamento além dos 100% o que aumenta a eficiência deles, tirando que você também vai pode concertar itens mágicos.

- Entre para guilda de magos o mais rápido possível, mesmo que você não seja um mago, pois assim que você conseguir acesso a academia arcana, onde você poderá encantar os seus itens usando soul gems. E acredite, ter um regenzinho na armadura ajuda muito.

- Ajuste a dificuldade para 25% ou até menos. Não existe diferença real entre as dificuldades tirando a quantidade de HP dos inimigos, ou seja, mais difícil significa que o inimigos são mais resistentes, mas isso só alonga o combate e o combate é muito chato.

E para que suas aventuras seja um pouco mais agradáveis, eis uma lista de mods que eu recomendo que vocês peguem antes mesmo de começarem a jogar:

Adrenaline Oblivion: O jogo funciona em um sistema no qual o mundo ganha níveis junto com você, porém o desafio continua o mesmo. Com esse mod não só os inimigo evoluem com você como também crescem em números. Ou seja em um lugar que você acharia 2 inimigos independente do seu nível, você corre o risco de encontrar 6 ou mais dependendo do seu nível. Esse mod deixou o jogo mais desafiante e interessante depois que eu o instalei. Como uma vez em que eu usei o fast travel para ir a um lugar e como sempre o cavalo veio junto estava chuvendo forte pacas e eu tava me amarrando no cenário e quando eu percebo uma matilha de lobos aparece para atacar o meu cavalo. Foi sofrivel matar quase 8 lobos sem ferir o cavalo. Coisas assim não rolam com o jogo normal.

Less Annoying Magic Experience (LAME): Muda um pouco da mecânica das magias, torna as magias de quest mais uteis, cria mais algumas e as subdivide por escolas no seu tomo. Um must have pra que usa magias e pra que não as usa tanto assim. (PS: O link está certo, mas quando eu testei tava dando erro =/)

Oblivion PolyGone Overhaul [OPO]: Reduz o numero de polignos de certos elementos do cenário, sem a perda de qualidade e com um certo ganho de FPS.

Modificação de corpos como o HG EyeCandy Body: Sério, os personagem parecem macacos anorexos e aidéticos nesse jogo e essa modificações, apesar de pesarem um pouco no jogo, são bem vindas, afinal o mundo é do jogo é muito bonito, por que o seu personagem não pode ser?

KSTN Stylized Stance e KSTN Heavy Blade Stance: O melhor animation replacer que eu vi até agora. As animações são muito boas, possuem o peso certo e não deixam o combate parecido com uma briga de macacos com paus, como no default e nem como um balé de quinta como muitos outros replacers que têm por ai.

Existem muitos outros por ai que você podem gostar ou achar indispensáveis. Esses não são todos que eu uso, mas são os que eu acredito que deixaram o jogo bem mais interessante de se jogar.

Qualquer coisa entrem no www.TESNEXUS.com, se registrem, gratuitamente, e procurem por outros mods. Tem muita coisa boa por lá.

Oblivion não é um jogo de todo ruim eu só o acho totalmente desinteressante, ele poderia ser bem melhor se a Bethesda tivesse posto um pouco mais de esforço nele. É jogável do jeito que está, melhora com algumas modificações, mas ainda assim, ficou muito aquém para um jogo que poderia ser muito mais.

Agora tenho que voltar para Cyrodil, tenho mais de 100 horas de jogo e sequer cheguei perto de um portão do Oblivion. Só os deuses sabem como é que esse mundo não acabou ainda.

Um comentário:

  1. Tudo que você não gostou eu adorei kkkk
    Não achei as batalhas repetitivas e comecei com a dificuldade em 100% mas logo na terceira tentativa reduzi para 50% nível este ao qual me adaptei muito bem. Fora isso, 100 horas de jogo e não fechou nenhum portal? Deve ser o Adrenaline Oblivon, porque depois de um tempo, você fica mais forte e fecha vários desses portais em um piscar de olhos.
    Adorei o post.

    ResponderExcluir